sábado, 19 de janeiro de 2019

365 filmes


Entre o fim de um mestrado, termino de um projeto que deveria ser realizada em 4 anos mas esta sendo feito em 2, atrasos, cobranças, uma recém cirurgia de calculo renal, um orientador incompreensivo, sentir-se perdida quanto a carreira, quando a vida amorosa, família e um turbilhão de medos e desafios que envolvem a vida adulta decidi estabelecer um certo controle para meu emocional e talvez manter a minha sanidade  fazendo algo que amo muito  que é ver filmes e com isso decidi assistir 365 filmes no ano de 2019.

Mas por que filmes? Quem ama cinema certamente já terminou um filme com aquela sensação de gratidão após vê-lo proporcionando uma grande satisfação e bem e acho que todo amante de cinema tem uma historia com ele, a minha não é diferente.

Quando criança lembro que minha mãe trabalhava muito, era médica em um cidade do interior mas nosso entretenimento era assistir filmes, lembro como ontem dos filmes que ela não deixava eu ver por conter temas que não eram adequados pra minha idade, lembro de quando ela comprou uma TV bem grande para o quarto dela e alugamos "o sexto sentido", lembro de ver "A felicidade não se compra" toda época de natal,,, enfim, são lembranças tão vividas e boas na minha que elevam os filmes para um lugar ainda mais agradável no meu coração.

Após o falecimento da minha mãe o meu mundo tornou-se cinza por muito tempo (digamos que por anos) e muitos dos piores momentos da minha vida eu me vi cercada por historia de outras pessoas pera supera-los,  lembro de ir constantemente em uma locadora e via filmes quase que todos as noites como se fosse o calmante que precisava para dormir e recomeçar mais um dia e assim os filmes ganharam cada vez mais espaço na minha vida. Aquelas pequenas horas que eu não me sentia sozinha, que eu não pensava em tudo que me cercava e sim vivia e setia a historia das outras pessoas.

Mesmo que o filme não seja tecnicamente perfeito, não tenha atuações brilhantes, o fato de colocar um sorriso no rosto ou tirar uma lagrima já o torna especial seja com um filme da Barbie ou um Guillermo del Toro.

Assim, meus 365 filmes não vão seguir um gênero, uma lista ou algo  estabelecido, ela será composta de todos os gêneros sem imposições e  dependera do meu estado de espirito e incluirá filmes que irei rever, espero conseguir cumprir e postar mensal ou quinzenalmente sobre os filmes visto e muito importante, fazer uma lista de 365 filmes não significa que verei um por dia pois nesse inicio de 2019 estou sendo devorada pelo mestrado mas espero conseguir cumpri-la e ter estes momentos de paz que o cinema costuma me proporcionar.

sábado, 29 de outubro de 2016



“Se você assume que não existe esperança, então você garante que não haverá esperança. Se você assume que existe um instinto em direção à liberdade, então existem oportunidades de mudar as coisas”
                                                        Captain fantastic

segunda-feira, 25 de maio de 2015


A sensação da dor mental é horrível. É viver em uma zona entre lucidez e loucura, é difícil viver em uma luta constante com a vontade de matar seus pensamentos.

sexta-feira, 22 de maio de 2015


"Estou lutando para permanecer neste mundo caótico de merda. Ficar no parapeito da torre do sino não é para morrer. É para ter controle. É para nunca mais dormir de novo." - POR LUGARES INCRÍVEIS 

 Poucos livros mostram tão verdadeiramente os sinais nítidos de quando vc precisava de ajuda, mas ninguém vê. Quando as pessoas não tem amor suficiente para prestar atenção em uma pessoa que não dorme ou naquelas que vivem uma crise tão intensa que dormem de mais por não ter forças para viver.

É normal um dia ou outro vc ficar triste mas apenas quem vive o estado de tristeza constante sobe como cada dia é uma luta intensa, uma luta p voltar a ser feliz, uma luta para sair desse estado caótico , uma luta para conseguir viver em sociedade. 


Viver um estado em que sua cabeça não para é terrível, é sufocante é perturbador. E ter consciência do que esta acontecendo torna tudo isso ainda pior. É triste vc saber que essa não é vc mas que neste momento esta sendo você.



Todos os dias vc sabe o que quer, vc sabe que quer ser alguém melhor, que não quer viver nesse mundo sufocante mas infelizmente é um estado do qual vc n consegue fugir. Ao ler o livro tudo que pensava era que eu queria voltar a ser eu mas que não consigo e o pq de não conseguir eu não sei.


sábado, 3 de maio de 2014

" Every morning I wake up and I tell myself this: It's just one day, one twenty-four-hour period to get yourself through. I Don't know when exactly I started giving myself this daily pep talk-or why. It sounds like a twelve-step mantra and I'm not in Anything Anonymous, though to read some of the crap they write about me, you'd think I should be. I have the kind of like a lot of people would probably sell a kidney to just experience a bit of. But still, I find the need to remind myself of the temporariness of a day, to reassure myself that I got through yesterday, I'll get through today"

quarta-feira, 19 de março de 2014

Parece que meu mundo ficou completamente cinza, sem sentindo sem função, todas as coisas foram ligadas em um botão automático e a vida...essa vai apenas indo, vai passando mas a dor só aumenta como se uma faca tivesse sido enfiada no meu coração de forma permanente, o mundo deixou de ter sentido as coisas deixaram de ter cor até as coisas que mais amava perderam sua função. Nada mais trás alegria, e parece que todos que me rodeiam fazem de tudo, direta ou indiretamente para me verem pior. Quero morrer, quero viver perto da minha mãe, não suporto mais esse mundo.